Mario Frias é exonerado da Secretaria Especial de Cultura

Recém-filiado ao PL, secretário é investigado por uso de dinheiro público em viagem internacional

Mario Frias foi exonerado do comando da Secretaria Especial de Cultura, informa o Diário Oficial da União desta quinta-feira, 31. Em seu lugar, foi nomeado o seu secretário-adjunto, Hélio Ferraz de Oliveira.

Antes da exoneração, Frias se filiou ao novo partido do presidente da República, Jair Bolsonaro, o PL. Na mesma ocasião, o ator anunciou que tentará o cargo de deputado federal por São Paulo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Alexandre de Moraes exalta urnas e firma posição combativa do TSE contra fake news