Conheça os 3 pilares e o poder das redes sociais na sua estratégia de marketing

O mundo do marketing digital está em constante transformação. Para ter sucesso nessa área tão importante para sua empresa, é preciso ter um conjunto de habilidades que possam envolver desde criação de conteúdos que atraiam o cliente, até redes sociais que permitam observar o comportamento online, analisando dados.

O  entendimento geral de várias dessas habilidades é responsável por aumentar seu valor. Por isso, no artigo de hoje, você vai conhecer os 3 pilares do marketing digital e o poder das redes sociais. Acompanhe conosco!

O QUE É MARKETING DIGITAL

De acordo com Philip Kotler, um dos gurus do marketing, sua definição deve ser apresentada como o processo social pelo qual pessoas e grupos satisfazem desejos e necessidades de criação, oferta e livre negociação de produtos e serviços.

Contudo, as formas de fazer com que isso aconteça mudam quase diariamente. Por esse motivo, é impossível falar de marketing e não citar a maior parte da população conectada à internet, fazendo compras. 

Esse é o motivo pelo qual o marketing digital é a principal forma de fazer e conceituar o marketing atualmente. O termo resume todos os esforços do marketing no ambiente online, utilizando canais digitais como blogs, sites, mídias sociais, e-mails, motores de busca, com empresas tentando solucionar as dores e desejos de clientes.

OS 3 PILARES DO MARKETING DIGITAL

A construção da presença digital depende de alguns fatores. Três deles não podem passar despercebidos na hora de traçar uma estratégia para conquistar clientes na internet, por isso, 3 deles são considerados os pilares do marketing digital.

1. CONTEÚDO

Independentemente das ferramentas utilizadas, o conteúdo que você publica para se relacionar com o seu público é fundamental para se tornar relevante na internet. Afinal, são os posts nas redes sociais, fotos compartilhadas, tipos de campanhas de desconto, textos publicados e, claro, a qualidade das informações que vão te ajudar a se tornar relevante.

Futuramente, também vão garantir que os clientes em potencial confiem em você. Para isso, demonstre conhecimento sobre os produtos, materiais, serviços e apresente os cuidados que você tem com o seu negócio. 

2. RELACIONAMENTO

De nada adiantará você publicar os melhores conteúdos se eles não forem publicados nos locais onde seu público está. Também será inútil caprichar nas fotos e textos se você nunca buscar criar um diálogo com seus clientes em potencial.

As redes sociais e o e-mail são bons locais para isso: responda clientes em comentários ou mensagens privadas — se possível, use as mensagens diretas para prestar atendimento —, faça campanhas de e-mail marketing e esteja atento aos interesses deles, buscando sempre conhecer mais sobre preferências e características — como classe social, produtos preferidos e momentos do ano em que há mais compras. 

3. USABILIDADE

Imagine a seguinte situação: você clica em um link em seu smartphone e o navegador carrega uma página em 10 segundos — conte 10 segundos a partir de agora. Quando a página finaliza o carregamento, você repara que ela tem letras pequenas, porque, na verdade, aquela é uma página feita para ser exibida em computadores, não em celulares. O que você faz nesse momento: procura outro site ou dá zoom para conseguir ler as informações?

Bem, o tempo de carregamento e as letras pequenas são pedras no caminho e, normalmente, fazem o visitante do site ir embora. Para construir presença digital, é preciso se adaptar aos diferentes formatos de tela: construa sites e publique conteúdos adaptados aos telefones, computadores e tablets. 

O PODER DAS REDES SOCIAIS

O brasileiro é um dos usuários mais assíduos de redes sociais, como o Twitter, Instagram, Facebook, LinkedIn, Snapchat, Pinterest e até o YouTube. Segundo pesquisa da empresa de dados digitais ComScore, 88% dos brasileiros interagem a partir de algum tipo de rede social.

Portanto, se você quer ter mais chances de dialogar com as milhões de pessoas que passam horas e horas em frente ao computador ou celular diariamente, as redes podem ser um ótimo atalho. 

Entretanto, não saia por aí criando perfis nas redes sociais indiscriminadamente. Busque compreender os possíveis usos para cada uma delas e, depois, decida em quais redes focar as suas energias. Se isso parece muito difícil para você, aqui vai alguns resumos sobre as principais redes sociais:

  • Facebook: é usado por 98,8% dos empreendedores e por mais de 100 milhões de brasileiros — ou seja, a mais famosa das redes também é a que tem mais usuários. Perfis comerciais são as fanpages, que possibilitam a publicação de vídeos, fotos, gifs, enquetes e anúncios pagos;
  • Instagram: 80% dos empresários estão por lá e 50 milhões de usuários são do Brasil. O grande destaque desta rede é a possibilidade de interagir com os seguidores, a partir de fotos, vídeos, galerias, imagens temporárias que somem em 24h, enquetes, contagens regressivas, perguntas abertas ou fechadas;
  • Twitter: esta é a rede mais “descolada” de todas, usada prioritariamente pelo público jovem. Por lá, as mensagens podem ter até 280 caracteres e é possível publicar vídeos curtos, imagens e até enquetes. Grandes e pequenas empresas utilizam a rede para prestar atendimento ao cliente, via mensagens privadas.

Você pôde conhecer os 3 pilares do marketing digital e as redes sociais mais utilizadas que podem melhorar seu negócios. Analise sua empresa, serviços e produtos, e busque melhorar sua presença online hoje mesmo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ibaneis estuda atender 80 mil famílias no DF com o Cartão Prato Cheio