Ação integrada leva serviços gratuitos ao Sol Nascente

GDF promove sábado especial com emissão de documentos, vacinação, corte de cabelo para a criançada e ações preventivas e de combate à dengue

Silézio de Souza, 47 anos, acordou cedo para resolver pendências da sua vida financeira e eleitoral. A três quarteirões de casa, negociou o pagamento de contas de luz atrasadas, atualizou seus dados do Cadastro Único (CadÚnico) e tirou a segunda via do Título de Eleitor perdido. Fez tudo a pé, sem precisar gastar um centavo.

Todas essas resoluções foram possíveis graças a uma ação integrada de 20 órgãos e autarquias do Governo do Distrito Federal (GDF) realizada neste sábado (23) no Trecho 1 do Sol Nascente. O propósito foi promover o atendimento às pessoas em situação de vulnerabilidade, levando diversos serviços de utilidade pública aos quais, muitas vezes, elas nem sabem que têm direito.

“A população tem suas necessidades, e a gente tem que colocar o governo à disposição, reunindo o máximo de serviços e atendimentos em áreas como saúde, educação, lazer e cidadania”, explicou o governador Ibaneis Rocha. De acordo com ele, essa foi a primeira edição do programa, que deverá seguir para outras cidades a partir de um cronograma elaborado pela Secretaria de Governo (Segov).

Demanda atendida

“A credibilidade da nossa corporação possibilita uma abordagem mais direta e dentro da casa das pessoas, que é geralmente onde estão os focos do mosquito transmissor da doença”Tenente-coronel Raphael de Souza

A Carreta Na Hora, um posto móvel de vacinação de pessoas e animais, uma oficina de artesanato e o ônibus lilás oferecendo orientações médicas e jurídicas a mulheres, estavam entre os serviços prestados. “A ação surgiu diante de uma demanda da própria comunidade, que, por meio de suas lideranças, procurou a administração regional”, informou o secretário de Governo, José Humberto Pires.

Paralelamente à programação, o Corpo de Bombeiros do DF treinou 280 militares do último curso de formação para percorrer as ruas da região entrando nas casas e orientando as pessoas sobre as medidas de prevenção ao contágio do mosquito Aedes aegypti. O Distrito Federal tem registrado um aumento do número de casos de dengue, doença que pode ser prevenida e combatida com a ajuda da própria população.

“A credibilidade da nossa corporação possibilita uma abordagem mais direta e dentro da casa das pessoas, que é geralmente onde estão os focos do mosquito transmissor da doença”, afirmou o comandante da operação, tenente-coronel Raphael de Souza.

Título de Eleitor

Quem também aproveitou a ação para expedir um documento foi o estudante Victor Lucas, 16 anos. Acompanhado pela tia, ele emitiu seu primeiro Título de Eleitor, motivado a participar das eleições de outubro. “Essa ação é legal porque permite resolver várias coisas em um único lugar”, disse o adolescente. “O que eu poderia levar vários dias indo a diversos lugares, consegui fazer só nesta manhã, sem precisar pegar ônibus nem gastar nada com isso”, emendou Silézio de Souza, que atualmente está sem trabalhar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mendonça pede vista e suspende julgamentos de Moraes contra Bolsonaro