Avenida Comercial de Taguatinga é preparada para ser reaberta

Via recebeu sinalização e muretas de proteção novas

Interditado para as obras de construção do Túnel de Taguatinga, o cruzamento da Avenida Comercial com a Avenida Central, bem no centro da cidade, recebe os últimos cuidados para ser reaberto. Foram implantadas muretas de proteção e sinalização vertical e horizontal – feitas pelo Departamento de Trânsito (Detran-DF).

A volta do trânsito vai amenizar o impacto das obras para quem circula pela região. De acordo com o secretário de Obras, Luciano Carvalho, a evolução satisfatória da construção do túnel, em um ritmo acelerado e dentro do cronograma, permitirá a liberação gradual de outros trechos interditados. “É a fase final da obra e a expectativa, agora, é de que todos comecem a colher os frutos desse fantástico investimento”, afirma.

Na noite de terça (10), técnicos do Detran fizeram a pintura para separação das faixas e prepararam a colocação de semáforo e placa | Foto: Joel Rodrigues/Agência Brasília

É preciso, no entanto, estar atento às intervenções. A Avenida Comercial será liberada no sentido Norte/Sul, mas, para os motoristas que trafegam no sentido Plano Piloto-Ceilândia, será proibido virar à esquerda em direção ao Taguatinga Shopping. A entrada à esquerda (rua das Americanas), em frente ao Banco do Brasil, também ficará proibida para os motoristas que trafegam no sentido Norte/Sul da Avenida Comercial.

Diretor de Engenharia de Trânsito do Detran-DF, Pedro Paulo Gama explica que, na noite de terça-feira (19), técnicos do órgão fizeram a pintura para separação das faixas de circulação dos veículos e preparam a colocação de semáforo para pedestres e de uma placa de “proibido conversão à esquerda”. “Além disso, ajustamos os semáforos em dois tempos, o que certamente dará fluidez ao trânsito dos milhares de veículos que passam por ali todos os dias.”

*Com informações da Secretaria de Obras e Infraestrutura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mendonça pede vista e suspende julgamentos de Moraes contra Bolsonaro