Combate à direção sob efeito do álcool será foco de operação no DF

Principal objetivo da operação, neste fim de semana, é conscientizar condutores e retirar das ruas aqueles que insistem em dirigir após ingestão de bebida alcoólica

Uma das principais estratégias para redução da criminalidade no Distrito Federal, a operação Quinto Mandamento, será centrada na segurança viária neste final de semana. Entre esta sexta (27) e domingo (29), os órgãos de trânsito da Polícia Militar do DF, Departamento de Trânsito (Detran) e Departamento de Estradas de Rodagem (DER), sob a coordenação da Secretaria de Segurança Pública (SSP), estarão nas ruas atuando com pontos de bloqueio e abordagens pessoais.

Somente nos primeiros quatro meses deste ano, os órgãos de trânsito do DF autuaram 11.457 condutores que dirigiam após ingestão de bebida alcoólica. Em 2021, o total passou de 27 mil autuações. “Nossas ações estão cada vez mais regionalizadas, o que nos possibilita direcionar as equipes para diferentes missões, com base em levantamentos e análises”, explica o secretário de Segurança Pública, Júlio Danilo.

O gestor ressalta que a iniciativa de intensificar a fiscalização tem como objetivo evitar acidentes, razão pela qual requer a atenção de todos, especialmente no que diz respeito a evitar o consumo de bebida alcoólica antes de dirigir. “É primordial que a população se conscientize”, pontua. “As consequências dessa prática são preocupantes – além da sobrecarga do sistema de saúde, pode acabar fazendo vítimas fatais”.

O comandante do Batalhão de Trânsito da PMDF, tenente-coronel André Caldas, adverte: “Lembramos sempre que quem é flagrado dirigindo sob efeito de álcool paga multa no valor de R$ 2.934,70, leva 7 pontos na Carteira Nacional de Habilitação e pode, ainda, ter a suspensão do direito de dirigir por 12 meses”.

“Mais que a penalização, nosso foco é sempre diminuir o número de mortes, atuando de forma integrada e coordenada e buscando retirar das ruas os motoristas que ainda insistem em beber e dirigir. Quem bebe e dirige coloca sua vida em risco a vida dos demais passageiros, dos outros condutores e dos pedestres”, completa.

Fiscalização completa

Também serão observadas outras infrações, como documentação irregular, uso de celular ao volante e não utilização de cinto se segurança, tanto por parte de quem dirige quanto de quem é passageiro.

Paralelamente, a operação segue atuando no combate a crimes contra a vida e contra o patrimônio em outras cidades. “A Quinto Mandamento ocorre sempre em duas diferentes cidades por dia; vamos manter o padrão”, informa o secretário-executivo de Segurança Pública, Milton Neves. A operação também conta com a participação da Secretaria DF Legal.

“Essa ação vai além da segurança pública – tem um aspecto extremamente social, pois são diversas frentes sendo trabalhadas ao mesmo tempo: trânsito seguro e combate à criminalidade e ao tráfico de drogas, gerando mais qualidade de vida para a população”, avalia o diretor-geral do Detran, Thiago Nascimento.

*Com informações da Secretaria de Segurança Pública

Alexandre de Moraes exalta urnas e firma posição combativa do TSE contra fake news