Influencer temia por segurança e reformou Fusca de acidente fatal com cão

Cerca de dois anos antes de morrer em acidente de carro nos Estados Unidos, o viajante brasileiro Jesse Kozechen estava concluindo a reforma do Fusca 1978 que dirigia no momento da batida fatal. Na entrevista em março de 2020, o influenciador revelou preocupação com a segurança do veículo, a ponto de ter considerado interromper a viagem que fazia com o velho Volkswagen até o Alasca.

Kozechen e Shurastey, seu cachorro de estimação, perderam a vida na última segunda-feira (23), quando o Fusca e um SUV bateram de frente em uma rodovia do Oregon, nos Estados Unidos. Ele e seu golden retriever estavam há cinco anos na estrada a bordo desse mesmo Fusca, apelidado de Dodongo – a jornada teve início no Brasil em maio de 2017 e acumulava mais de 85 mil km rodados em 17 países.

“Considerava retornar por não estar viajando com um carro totalmente seguro. Agora, com a reforma e o Dodongo ficando mais confortável e oferecendo mais segurança, talvez eu ganhe um ânimo para viajar mais um pouco, antes de voltar para escrever um livro, descansar e planejar a próxima aventura”, disse o paranaense na ocasião.

Após sofrer muitas panes mecânicas e variados perrengues com seu VW 1300 L, o aventureiro havia iniciado a restauração do carro em uma oficina de Pachuca de Soto, no México, em novembro de 2019. A reforma foi custeada com recursos provenientes de uma rifa que Jesse promoveu entre seus seguidores nas redes sociais.

Mendonça pede vista e suspende julgamentos de Moraes contra Bolsonaro