‘Túnel do Amor’ tem topless, bumbuns na piscina e alerta sobre assédio

O 11º episódio da temporada de “Túnel do Amor” (Multishow) trouxe mais um momento quente entre os participantes. Os moradores da casa Solar curtiram um banho de piscina “diferente”.

Mulheres tiraram a parte de cima do biquíni durante um mergulho e cobriram os seios com os braços. Curtindo o clima de festa, os homens mostraram o bumbum na sequência.

Juntos, eles abaixaram as sungas de costas para a parte transparente da piscina. Mariana Fernandes se juntou aos participantes e tirou a parte inferior do biquíni.

Participantes mostraram bumbum na piscina em episódio de "Túnel do Amor" - Reprodução/Multishow - Reprodução/Multishow

‘Ela disse não, segura’

O programa também mostrou a chegada de novos dois amigos: Allan Bonne e Leonardo Kaefer. Allan foi selecionado para a casa Grafite e já protagonizou uma polêmica na companhia de outros participantes.

Maíra Labanca começou a chorar após uma conversa com Felipe Aranda. Ela confessou o desejo de se relacionar com o participante, mas ele destacou que só queria novos relacionamentos com pessoas da casa vizinha.

Após conversar com Vanessa Dias, que costuma dormir com Felipe na casa, Maíra deixou a festa para chorar e foi consolada por Allan Bonne.

Allan refez a maquiagem de Maíra no quarto. Na sequência, ele pediu para dormir com a participante, que recusou a proposta. Allan acariciou o corpo de Maíra, que voltou a negar a companhia.

Allan pediu para dormir com Maíra no "Túnel do Amor" - Reprodução/Multishow - Reprodução/Multishow

Felipe chamou a atenção do colega após notar a insistência de Allan no diálogo com Maíra. Ele chegou a deitar na mesma cama que Labanca sem permissão.

“Bebida rolou. Ela disse não, e se ela está dizendo que não, segura”, pediu Felipe Aranda. Allan concordou com o alerta do companheiro de confinamento.

No dia seguinte, Mariana Fernandes selecionou Leonardo Kaefer, recém-chegado na casa Solar, para um encontro com a amiga Luana Sondahl.

Mendonça pede vista e suspende julgamentos de Moraes contra Bolsonaro