Não faça como Gusttavo Lima: por que rodar na reserva detona seu carro

Gusttavo Lima quase ficou sem combustível ao rodar com seu Mercedes-Benz nesta semana, conforme ele revelou nos stories do Instagram. Na publicação, o cantor sertanejo brincou com o risco de sofrer pane seca em meio ao trânsito e também criticou o preço da gasolina: ele gastou quase R$ 600 para completar o tanque do seu possante, cuja capacidade é de 80 litros.

Dono de uma frota de automóveis de luxo, Gusttavo não passa aperto para abastecer seus veículos. Contudo, com a gasolina nas alturas, muita gente tem adotado o hábito de rodar constantemente na reserva e isso não faz nada bem ao veículo – de acordo com especialistas.

Além disso, a famosa pane seca rende multa e pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação), conforme prevê a legislação de trânsito.

De acordo com Emerson Feliciano, gerente sênior de Pesquisa e Desenvolvimento do Cesvi Brasil (Centro de Experimentação e Segurança Viária), tanque totalmente vazio pode danificar vários componentes – dentre eles, a bomba de combustível.

“A bomba de combustível deixa de ser refrigerada, ou seja, o tanque não tem liquido o suficiente para manter a temperatura da bomba e aos poucos ela vai superaquecendo e impedindo o funcionamento correto do veículo”, explica.

Tanque na reserva eleva risco de parada do motor por falta de combustvel e multa por infração de trânsito - iStock - iStock

UOL

Mendonça pede vista e suspende julgamentos de Moraes contra Bolsonaro