Deputados pedem solução para servidores da CEB

A situação dos cerca de 570 trabalhadores da Neoenergia Brasília, antiga CEB Distribuição, cujos empregos estão ameaçados, voltou a ser discutida no plenário da Câmara Legislativa. Vários deputados foram à tribuna para cobrar do Governo do Distrito Federal o envio de um projeto de lei que autorize o aproveitamento dos servidores públicos da CEB em outros órgãos do GDF, uma forma de garantir o emprego dos trabalhadores que ingressaram naquela empresa por concurso público.

A deputada Arlete Sampaio (PT) lembrou que esse tipo de aproveitamento já foi feito antes. “Há vários casos precedentes de aproveitamento de servidores de órgãos que foram extintos. Não há nenhum motivo para o governador não enviar o projeto para esta Casa, a não ser a sua falta de interesse”, cobrou. O deputado Leandro Grass (PV) observou que “o governador mentiu desde o início, dizendo que não iria privatizar a CEB” e exigiu o envio imediato do projeto para votação na Câmara Legislativa.

Fábio Félix (PSOL) ressaltou que “o governador precisa assumir a sua responsabilidade”. O parlamentar chegou a sugerir que a Casa paralise as votações até o envio do projeto. “A gente poderia parar e não votar mais nada até que esse PL seja enviado. Estamos falando de vidas, não dá para banalizar a dignidade das pessoas no meio dessa crise que estamos vivendo”, criticou. 

O deputado Hermeto (MDB), líder do governo na Casa, disse que o governo está buscando uma saída para a situação dos trabalhadores. “Vamos ver o que pode ser feito. Vou conversar com o governador sobre o projeto de lei”, afirmou. Já o deputado Robério Negreiros (PSD), vice-líder do governo, se comprometeu a levar uma comissão de trabalhadores para uma reunião com a Secretaria de Economia. “Vou buscar o diálogo com o governador para resolver o problema dos trabalhadores”, garantiu Negreiros.

Eder Wen – Agência CLDF

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

43% dos beneficiários do Auxílio Brasil estão inadimplentes