Empregabilidade tem nova queda no Brasil; confira o último relatório divulgado pelo governo

O último relatório do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado pelo Ministério do Trabalho e Previdência na quinta feira (28), revela que março teve um saldo positivo de 136.189 empregos com carteira assinada no Brasil. Apesar de significativo, o número é menor que o registrado em março do ano passado, quando foram criados 153,431 empregos formais.

No total, foram 1,95 milhão de contratações e 1,81 milhão de demissões. Com isso, o Brasil terminou o mês com um estoque de 41,2 milhões de trabalhadores com carteira assinada.

Estatísticas do emprego formal para março/2022. Imagem: Caged/Ministério do Trabalho e Previdência.

O resultado também é bastante inferior ao de fevereiro (329.404) e menor que o de janeiro (149.580). Com isso, o primeiro trimestre de 2022 fecha com 615.173 postos de trabalho preenchidos.

Os números de março de 2022, no entanto, são melhores que os de março de 2020, no início da pandemia, quando foram fechadas 295,1 mil vagas com carteira assinada. Não cabem comparações com anos anteriores a 2020 porque o Ministério do Trabalho e Previdência passou a adotar uma metodologia diferente nesse ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.