Por R$ 7 de troco, motorista de aplicativo agride e quebra nariz de cliente em Ceilândia

Após ser agredido, o balconista teve a sua conta no aplicativo suspensa, impossibilitando a checagem de informações do agressor

Um caso de agressão aconteceu na madrugada deste sábado (30) na Ceilândia Norte, quando um motorista do aplicativo Uber agrediu o seu cliente por volta das 00:30, após um desentendimento devido à R$ 7 do troco de uma corrida vinda de Águas Claras. O balconista de farmácia, Eduardo Henrique, 26, estava voltando do trabalho quando teve o seu nariz quebrado após um soco, e ficou internado no Hospital Regional de Taguatinga (HRT), onde foi constatada uma lesão corporal.

Segundo o registro do boletim de ocorrência feita pela vítima na 15º Delegacia de Polícia Civil, localizada na Ceilândia Centro, o motorista de nome Francisco recusou a pagar o troco para Eduardo, alegando que somente poderia pagar o cliente por “cashback”. O cliente recusou e solicitou o dinheiro, já que a corrida estava sendo paga pela sua empresa farmacêutica.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Datafolha: Eleitor de Bolsonaro desaprova STF e não foge de discussão virtual