Morre menina de 11 anos que sofreu acidente com carro alegórico no Rio

A menina de 11 anos estava internada em estado gravíssimo no Hospital Souza Aguiar, no Centro da cidade

A menina Raquel Antunes da Silva, de 11 anos, morreu no início da tarde desta sexta-feira, 22. A garota foi imprensada por um carro alegórico da escola de samba Em Cima da Hora, no entorno do sambódromo do Rio de Janeiro, na quinta-feira, 21.

A morte da menina foi informada pela direção do Hospital Souza Aguiar, onde estava internada, por volta do meio-dia. Raquel chegou a ter uma das pernas amputadas, mas sofreu uma parada cardíaca.

O acidente ocorreu no primeiro dia de desfiles do Rio. A menina subiu no carro alegórico da escola de samba, na saída do Sambódromo, na rua Frei Caneca, enquanto a mãe observava a passagem de outras agremiações na avenida. 

Naquele instante, o veículo passou em um trecho estreito e as pernas da menina foram prensadas entre a alegoria e um poste. Segundo informações da GloboNews, ela teve as duas pernas esmagadas pelo carro alegórico e sofreu traumatismo no tórax.

Raquel foi socorrida em um posto médico montado na Marquês de Sapucaí e, depois, foi encaminhada ao hospital, onde passou por uma cirurgia que durou cerca de sete horas. Durante o procedimento, a menina sofreu uma parada cardiorrespiratória, que foi revertida pelos médicos, mas seu estado de saúde continuou gravíssimo.

Nesta sexta, a Justiça determinou que carros alegóricos passassem a ser escoltados, para evitar acidentes como o de Raquel. Também foi determinado que Polícia Militar e Guarda Municipal aumentem o efetivo nas ruas próximas à Marquês de Sapucaí. 

*Com informações de Estadão Conteúdo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mendonça pede vista e suspende julgamentos de Moraes contra Bolsonaro