Mulher envolvida em caso do morador de rua recebe alta no DF

Liberada no dia 6 de abril, ela deu entrada no local após ter sido flagrada pelo marido enquanto fazia sexo com Givaldo, dentro de um veículo

A terceira parte do caso que movimenta as redes sociais desde o dia 14 de março, a mulher que se envolveu com Givaldo Alves, ex-morador de rua, e esposa do personal trainer Eduardo Alves, recebeu alta do Hospital Universitário de Brasília (HUB) onde estava internada, na ala psiquiátrica.

Liberada no dia 6 de abril, ela deu entrada no local após ter sido flagrada pelo marido enquanto fazia sexo com Givaldo, dentro de um veículo. A causa da situação toda foi o estado de saúde da moça, que estava em surto psicótico.

A condição da mulher foi comprovada seis dias depois do ocorrido, quando um laudo foi divulgado, afirmando que a paciente sofre de “transtorno afetivo bipolar em fase maníaca psicótica”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mendonça pede vista e suspende julgamentos de Moraes contra Bolsonaro