Gasolina é a grande vilã da inflação, a maior de março em 28 anos

Na categoria alimentos, a cenoura segue pressionando a inflação, com aumento de 31,47% para o mês

inflação oficial no País acelerou a 1,62% em março, maior patamar desde 1994, segundo os dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) divulgados nesta sexta-feira, 8, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Essa alta foi puxada, principalmente, por aumento nos preços no transporte e na alimentação. 

O principal vilão foi a gasolina, com alta de 6,95% no mês. Os demais combustíveis também sofreram aumento, caso do etanol, com 3,02% de alta, gás veicular (5,29%) e o óleo diesel (13,65%). Esse aumento impactou, ainda, serviços como o preço da viagem em aplicativos de transporte, com alta de 7,98% em relação a março do ano passado.

Na categoria alimentos, a cenoura segue pressionando a inflação, com aumento de 31,47% para o mês, seguido do tomate, com 27,22% de alta, leite (9,34%), óleo de soja (8,99%) e frutas (6,39%). 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Alexandre de Moraes exalta urnas e firma posição combativa do TSE contra fake news