Justiça chama chaveiro e toma imóvel de Ronaldo, que deixa móveis para trás

Um oficial de Justiça foi a um apartamento do ex-goleiro Ronaldo e, com a ajuda de um chaveiro, entrou no local para entregá-lo a um homem que arrematou o imóvel em leilão. A venda ocorreu por dívidas de R$ 169 mil do hoje comentarista da Bandeirantes.

O imóvel foi entregue ao arrematante no dia 21 de fevereiro. Inclusive, foram deixados alguns móveis para trás, como um barzinho de madeira, vasos de plantas com várias espécies e tamanhos, um fogão 4 bocas, um espelho de parede e outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

43% dos beneficiários do Auxílio Brasil estão inadimplentes