Quebra de tabu: aumenta o índice de mulheres ingressando na carreira de tecnologia

Pessoas desempregadas e em busca de migração de carreira, também estão apostando em cursos para carreira tech

Até 2025, quase 800 mil novas vagas de trabalho para profissionais de tecnologia devem ser criadas no país, segundo projeção atualizada da Associação das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação – Brasscom. Contudo, a mesma projeção indica que 67% destas vagas – mais de meio milhão – podem não ser preenchidas por falta de profissionais qualificados. Esse déficit preocupa o mercado e aumenta a importância de iniciativas que diminuam o apagão de mão de obra.

É o caso do Grupo FCamara, consultoria de soluções tecnológicas e transformação digital, que há cinco anos mantém um Programa de Formação para capacitar pessoas que desejam ingressar na área e teve 11 mil inscritos somente em 2021, e, só agora no começo do ano foram 6.500 inscritos. Alguns dos formados acabam sendo efetivados no próprio Grupo e outros são absorvidos por empresas parceiras e clientes. Além disso, a FCamara vêm auxiliando algumas empresas a implantarem seus próprios programas de formação, contribuindo para aumentar ainda mais a capacitação de profissionais em tecnologia.

“Nós sabemos que o Programa é eficiente naquilo que propõe e nos trouxe diversos benefícios. Com isso, percebemos que podemos auxiliar outras empresas a construírem essa mesma solução, lapidar do zero todo o processo e ajudá-las a diminuir um grande problema, que é a falta de profissionais no mercado. E isso é muito importante para nós, porque cria esse senso de comunidade e coloca o Grupo FCamara no centro de um ecossistema que envolve grandes nomes”, conta Fabio Camara, CEO do Grupo FCamara.

Na última edição, que encerrou as inscrições na semana passada, mas segue em processo, o Programa de Formação teve crescimento na procura por mulheres participantes, que foram 35% dos inscritos, fator de extrema importância, já que a colocação de mulheres no mercado de tecnologia ainda é um tabu no mercado. E, outro dado que chama atenção e “assusta”, é que 3.700 dos 6.500 estão desempregados, em busca de novas oportunidades, recolocação no mercado ou migração de carreira. Além disso, cerca de 1.100 deles possuem apenas o ensino médio completo, o que não é problema na área de tecnologia, já que esses programas ou cursos em geral, já são aptos a formar e colocar esses novos profissionais no mercado, em busca de muito sucesso na carreira.

“Os dados demonstram que o perfil de pessoas interessadas em ingressar na área está se diversificando e que é alto o índice de pessoas que buscam a tecnologia na hora de mudar de carreira. É um mercado em crescimento acelerado, com um boom de oportunidades. Quem se qualifica, tem um campo enorme de atuação para explorar. E por sermos uma consultoria, temos um ambiente bem diverso que permite uma experimentação e uma formação muito ricas”, ressalta Fabio.

A formação dos participantes se dá desempenhando e aprendendo na prática o que um profissional do setor de tecnologia faz. Além das habilidades técnicas, são trabalhados aspectos de relacionamento, comunicação e filosofia. Em sua última edição, as inscrições foram abertas para o Brasil todo, abrangendo alunos de mais de 66 faculdades pelo Brasil, de diversas áreas, incluindo pessoas que estão passando por migração de carreira. Diferente de outros programas, os participantes do programa da FCamara passam primeiro por um processo seletivo e, caso sejam aprovados, começam a fase de formação, que é remunerada e têm a possibilidade de efetivação. Durante o Programa, podem ainda participar de grupos de estudo e ter coaching com o próprio CEO do Grupo.

Sobre o Grupo FCamara

A FCamara é uma consultoria de TI que fomenta a transformação digital ao prover desenvolvimento e soluções tecnológicas orientadas aos resultados dos clientes, com alta especialização e atuação nos principais players do mercado de varejo, saúde, seguros, banking, indústria de transformação entre outros. Após imersão no Vale do Silício, fundou sua própria Corporate Venture, que já lançou diversas startups com foco B2B. Saiba mais: www.fcamara.com.br/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Ibaneis estuda atender 80 mil famílias no DF com o Cartão Prato Cheio