PCDF desarticula grupo que aplicava golpe do falso sequestro pelo Whatsapp

Os criminosos se passavam pelos filhos e da vítima solicitavam depósitos, alegando urgência e problemas no próprio aplicativo bancário

Equipes da 9ª Delegacia de Polícia desarticularam uma quadrilha envolvida em fraudes eletrônicas por meio do WhatsApp, na manhã desta quarta feira (16). Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão e dois mandados de prisão temporária, todas em residências localizadas em Samambaia.

De acordo com a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), através de contas clonadas do WhatsApp, as vítimas eram enganadas com as fotos dos filhos no perfil criminoso. O grupo selecionava as vítimas por meio de pesquisas em redes sociais, buscando geralmente pessoas mais velhas e residentes nas áreas de alto poder aquisitivo do DF.

Os criminosos se passavam pelos filhos e da vítima solicitavam depósitos, alegando urgência e problemas no próprio aplicativo bancário.

Segundo a PCDF, também foram expedidos três mandados de sequestro de valores em contas correntes usadas pelo grupo para receber os valores e efetivar a lavagem do dinheiro. As contas eram usadas para receber os valores desviados estavam vinculados a pessoas jurídicas para a lavagem do dinheiro.

Conforme as autoridades, somente após o segundo ou terceiro depósito, as vítimas passavam a desconfiar, momento em que os criminosos bloqueavam a conta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mendonça pede vista e suspende julgamentos de Moraes contra Bolsonaro