Camisas piratas custam R$ 2 bilhões ao futebol brasileiro e envolvem trabalho escravo

Essa história é baseada livremente em entrevistas feitas com imigrantes, ambulantes e torcedores nas últimas semanas. Nenhum nome foi usado por opção da reportagem. Nem todos os fatos foram narrados pelos mesmos personagens, mas todo o ciclo é baseado em informações fornecidas por eles.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mendonça pede vista e suspende julgamentos de Moraes contra Bolsonaro